domingo, 9 de outubro de 2016

"A CHAVE DO SOL POÉTICO"

"A CHAVE DO SOL POÉTICO"


Desgarrados versos perdidos
Lançados ao mar profundo
Nas flores e cores das poesias
Na grandeza da magia, das fantasias

No céu aquecedor de sua boca
De seus lábios busco o sabor
Enxergo-te em meus sonhos
Faz-me inspirar a poesias do amor

São na fome de teus olhos
A volúpia suprema da ilusão
Uma poesia falando das flores
Devaneando na simplicidade da imaginação

A chave do sol nascente
Na fragrância de um corpo em plena nudez 
São os olhos a porta desejada do paraíso
Descrevendo em o prazer com a leveza das plumas

Quando pelos caminhos do amor
Em êxtase em ti a poesia se aprisionar
Nos braços dos versos na magia do luar

A chave do sol poético
O emblemático sentido do viver
No magico sentido das palavras
Qual relação com poesia poderás ter

Ao toque intenso tão volumosos lábios
Ao brilho dos olhos sucumbira  
Por um só momento as almas em delirio a se tocar
O sentir das lagrimas o rosto acariciar 

                     Poeta do Sertão