sábado, 5 de dezembro de 2015

"HOJE, O AMOR QUE EU TE DEI"




Eu não me arrependerei 
Do amor que eu te dei
Pois meu amor 
Hoje eu te amei

Negue que hoje você me pertenceu
Negue que seus carinho foram meus
Podes negar, mas eu jamais me arrependerei 
Do amor que hoje te ofertei

Negues a mim seus desejos e carinho
Negues seus beijos meu amor
Mas estarás em mim por onde eu for
Negues a mim seu coração
Que provarei que correspondes esta paixão

Diga que meu pranto esta noite foi covardia
Se o que importa em nosso mundo é o hoje
Não nos importa o que sera do amanhã
Pois quando o sol brilhar será um novo dia

Nossas palavras em um poema
Nossos carinhos nosso amor
Nossa felicidade em um tema
O perfume do seu corpo causando inveja a flor

O tempo para nós já não existe
Tudo aqui fica mais triste
Sem você até as lagrimas perdem a cor
Pois sabem que triste estou

Para que hora marcada
Data ou relógio à trabalhar
À nossa noite começa, quando o dia termina
Assim sinto seu amor minha amada menina

Depois de hoje nada mais sera igual
O bater de seu coração, teus anseios de paixão
Nossa madrugada de amor
Teus beijos molhados Nosso cheiro de amor tão natural

Nada sabemos do futuro, nada queremos saber
Hoje o amor que eu te dei
Só o tempo poderá responder
À tudo que queremos saber 
Negue se puder ao mundo que me pertenceu
Mas não se esqueça que esta noite seu amor foi meu...


                       Poeta do Sertão
                           05-12-2015