sexta-feira, 6 de novembro de 2015

FLOR AINDA EM BOTÃO




Sinto em você
À doce fragrância do amor
És o ar que respiro
Trazes vida ao meu coração

Jovem menina faceira
Uma flor ainda em botão
Perfumada em paixão
Tua luz em mim brilhou

Desvendaste meus mistérios
Em minhas entranhas se escondeu
Resgatou-me da solidão
E hoje vives em meu coração

Jovem pura no amor
És meu botão delicada flor
Quero me perder em seu amor
Que como à tempestade de mim se apossou

Brilha em mim
Com todo seu esplendor
À chama da juventude
E todo seu fogoso amor...


         Poeta do Sertão
            06-11-2015