quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Miséria!...

A cada passo
tropeço 
caio
cegueira humana
que me tolhe
narcisista querer
olhar e não ver
que escolho
ignorar
irresponsabilidade
consciência
consumista
do meu prazer
de ter
sem dar
sem partilhar
amputo-me
da vã humanidade 
que ainda me resta
e escolho
apenas
olhar para o lado!

Sírio de Andrade®
In: Antologia Depressiva