quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Olhe... Amor

Olhe... amor 
Veja como esta lindo
Este céu de límpido azul
Que traz paz e alento

Abraça-me amor
Senta-se a meu lado
Venha contemplar a natureza
Onde o sol se põe a brilhar

E neste momento 
De permanente ternura
Sinto teu calor 
Suave como a um vulcão a ressonar 

Esta doce loucura
Que é te amar 
Chama ardente 
Em meu peito a pulsar

Meu coração ardente 
Só quer te amar
E nesta sublime ternura
Envolto a você me completar

Òh...Meu amor
Minha vida meu bem querer
Abraça-me com ardor
Quero sentir seu prazer...

        Poeta do Sertão
           15-10-2015