terça-feira, 6 de outubro de 2015

Despindo a tela

Que tipo de imagem estamos passando?
Ou seria de melhor colocação, que tipo de imagem queremos passar?
Depois de ter deixado, em parte, as redes sociais de lado, ou seja, digamos que eu esteja mais conectada com meu trabalho do que com pessoas.

Coisas patéticas vi  em redes sociais, como o fato de não ser verdadeira a manhã de um comercial de margarina que as pessoas insistem em passar que estão tendo.É claro que uma ou outra em certo momento sim, mas uma "legião"?

Exposição de onde e o que estão fazendo, e ainda com quem.

Sem contar as festas e eventos, sempre muita bebida e comentários positivos.
Não entendo como toda festa pode ser boa, principalmente as que envolvem muita bebida e pouca idade.

Postam animais com corações e "beijo no ombro" para os seres humanos.

Não que os animais não mereçam carinho, mais venhamos e convenhamos, ser amado e dar pouco amor é típico do ser humano, e nada como um animal de estimação para jogar as frustrações, e acredito que isso não vale  para muitos.

A impressão que tenho são de falsas imagens... Você estava de fato feliz ou só sorriu para a foto? Aquele evento foi mesmo como você postou?

Penso: "Quantas vidas perfeitas"

Ou seriam máquinas perfeitas escravizando as pessoas , fazendo com que as fora de ciclo de "felicidade sem motivo" sinta-se como um alienígena.

Imagino uma rede social em que as pessoas postem o que realmente estão sentindo, vivendo... Sem máscaras.
Talvez um dia eu tenha essa coragem...

J.Mendes