sábado, 26 de setembro de 2015

Saudades de você




Hoje acordei pensativo
Tive um sonho 
E neste sonho eu não vi você
Andei por tantos lugares 
Na esperança de te ver

Angustia se apossou de mim
As lagrimas banharam meu rosto
O que pensei ser um sonho de amor
Se transformou em pesadelo filme de terror

A saudade tomou conta de mim
Como explicar este medo de te perder
Em meu sonho não vislumbro você
Onde estas meu amor, para que se esconder 

Não fujas do amor 
Porque viver em saudades 
Causando seu próprio sofrer
Diga adeus a solidão, entregue-me seu coração

Porque tanta saudades
Saudades dói e faz sofrer
Dia e noite, noite e dia 
Em meu pensamento só tem você

Envolva-me em seu casulo
Transforma-me em em borboleta
Leve-me para voar com você
Vamos fazer amor entre as flores

Não fuja de mim 
Chega de saudades na minha realidade
Eu só me vejo com você
Chega de lagrimas vamos felizes viver...

                   Poeta do Sertão
                       21-09-2015