segunda-feira, 3 de outubro de 2016

"QUERO SER UMA SIMPLES POESIA"



Quero eu 
Despontar no horizonte
Numa flor em prado aberto
Tornar-me poesia para lhe homenagear

Como seria 
Viver a poesia em você
Jamais haveria lagrimas 
Na magia e poesia que viria a ser

Como eu queria 
Em poesias me desenvolver
Debutar-me nos versos
Que ofertaria a você

Quero ser uma simples poesia
Viver-te em glamour 
Entre realidade e fantasia
E relatar-te bela em magia

Quero renascer entre o mar e o luar
Percorrer prados e florestas
As margens dos nossos rios
Entre seus cabelos de negros fios


               Poeta do Sertão