quinta-feira, 20 de outubro de 2016

"DIA DO POETA"




A eternidade
Se faz na pena do poeta 
A vida e seu sonho 
Se escreve em magia

Um poeta com sua mente
Transforma o branco em versos
Num papel vejo a luz do luar
Ouço ao poeta falando as flores 

Um poeta impulsionado pelo desafio 
De trilhar os caminhos da felicidade da paixão
Dos olhos expressando a desilusão
As emoções saltam-lhe da mente por um fio

O dia do poeta registrar-lhe-ei 
Palavras eternizadas e as emoções
O amor traz-lhe inspiração e guarida
É o poeta em sua poesia gerando vida 

Um poeta feito em dor 
Namorando ao luar imbuído de amor
Eterniza-se nas estrelas e na lua
Indecifráveis palavras em realidade ou ficção,


                    Poeta do Sertão