sexta-feira, 12 de agosto de 2016

"UM CÃOZINHO, UM NOVO LAR"




Hoje pela manhã
Com um lindo cãozinho
Desabrigado me encontrei

Encontrava-se tão debilitado
Pobre coitado
Que entristecido chorei

A colhido
Por uma arvore
Desconfiado me olhou
Em canto da estrada
Um cãozinho sem amor

O frio decretava seu abandono
Um indefeso cãozinho sem dono
Solitário faminto a perambular 
Um lindo animalzinho sem lar

Olhei para ele e pensei
Um novo amigo ganhei
Tão pequenino meu cãozinho
Toquinho foi o nome que lhe dei

Um cãozinho, um novo lar
Feliz eu o via a saltitar
Corria de um lado para outro
Não parava de me acariciar

O pobre cãozinho 
Agora tinha alguém
Em quem podia confiar
E a este alguém seu amor entregar


               Poeta do Sertão