segunda-feira, 15 de agosto de 2016

"QUANDO MEU CORAÇÃO SE CANSAR"



Quando meu coração
Solitário se cansar
De sofrer olhando o mar
Quem sabe em lagrimas se afogar

Quando meu coração se cansar
Das salgadas lagrimas 
Dos meu olhos a rolar
Quem sabe aos braços da natureza descansar

Triste é hoje meu olhar
Quantas saudades a me consumir
Imprescindível seu amor, o brilho do luar
Como as algas e as águas do mar

Quem foi 
Que por minha vida passou
Que tolo fui eu em não raciocinar
Meu coração cansado sente vontade parar

Ontem te encontrei com outro alguém
De mãos dadas pelas ruas a passear
Bate em mim saudades
Afoga-me nas lagrimas nos olhos a brotar

Quando meu coração se cansar
Quem sabe de repente
Alguém possa me explicar
Tanto sofrer, se o desejo só era amar


                    Poeta do Sertão
                        15-08-2016