terça-feira, 30 de agosto de 2016

"ENTARDECER NA ROÇA"





O entardecer 
O por do sol na roça
Uma cadeira de balanço
A porta de uma palhoça

Enxergar no horizonte
Ao sol banhar a serra
Tocar os lábios da terra
Enebriado de amor

O entardecer na roça
O caboclo em sua simplicidade
Admira o sol a tocar a flor
Com todo seu esplendor 

O dia chega ao final
O sol posto a se recolher
Chega na roça mais um entardecer
E o sol doce serra a te aquecer...


                  Poeta do Sertão