quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

"UM CAMINHAR DISTRAÍDO"




Distraidamente distraído
Caminhando absolvido
Hoje pelos caminhos percorrido
Vejo um novo dia despertar

Foram tantos os caminhos
Entre verão e primavera 
Tantas frustrações e quimeras
Tantas flores, e espinhos

Pelos caminhos percorrido
Por atalhos nebulosos ou colorido
Sinto o cheiro de felicidade no ar
A doce magia do amar

Plaina a águia no ar
Imponente rainha das planícies 
Soberana o vento a desafiar 
As montanhas são se lar

Caminhando distraído 
Com bela águia deparei
Por esta águia me apaixonei
Comigo em vôos rasantes a levarei


Poeta do Sertão
    10-02-2016