segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Hugo Paz in sarau del frango

Numa noite de domingo,onde o céu  emprestava suas 

lágrimas ao suspense do tempo.

A poesia se fez presente mais uma vez, com a função de 

simbolizar  experiências,sensações,momentos e emoções.

Com poetas e cantores que interpretaram a dança da vida.

Hugo Paz apresenta novamente, Retratos de um cotidiano 

adormecido aos frequentadores ilustres e apreciadores de 

uma arte de resistência.

No sarau do bar do frango.