quinta-feira, 26 de novembro de 2015

"MEU MUNDO...MEU JEITO"

 


Hoje eu acordei meio sem jeito
Meio sem chão
Meu mundo desabou
Meus sonhos se foram sozinho estou

Meu jeito meu mundo
Perdido sem retorno
Minhas magoas enfim só lembranças restou
Quem me critica por amor não sofreu

Meus sonhos, meus dramas
Meus amores, um jardim sem flores
O sol sem brilho, sem cor,
O beijos que se perdeu sem calor

Minha vida sofrida
Meu mundo, este meu jeito
Fui querer um amor perfeito
E tornei solitária esta minha vida

Hoje estou só à caminhar
Passo dias a minhas histórias contar
Mesmo sem ouvinte, só entre eu e o banco
Com as arvores a me sentir

Hoje prós-to-me aqui diante de ti
Seu vulto sua imagem
Entre a nevoa lá fora
Eu estou à lhe imaginar, até lhe vejo chegar

Meu mundo ...Meu jeito
Um amor imperfeito
Como à todos com qualidades e defeitos
E à murmurar com a solidão a me abraçar...

                  Poeta do Sertão
                      23-11-215