domingo, 25 de outubro de 2015

Da sua beleza e suavidade



Que se invada o quintal
O fundo do quintal
Tão solene como sol
Tão suave como a brisa tocando a relva
Tão silenciosa como a neblina...
Rodeie os canteiros
Caminhe entre as flores do jardim
Toque as pétalas da margarida
E sinta a suavidade da rosa
Seja você mais importante e atenciosa
Mais carinhosa e absoluta
Mulher

Emmanuel Almeida