quarta-feira, 21 de outubro de 2015

AQUEÇA-ME



Aqueça-me
No céu de seus braços
No calor de suas entranhas
Conduza-me por curvas e montanhas

O inverno da solidão
Congela todo meu ser
Pensar em ti me faz bem
Supera a tormenta e me aquece

Supra-me a falta de calor
Oferta-me seu aconchego
Entregue-se a mim com fulgor
Aqueça-me com as chamas do seu amor

Aqueça-me deste inverno 
Dos céus quero a volúpia de teus lábios
Entre as estrelas navegarei em seu mar
Faça de mim sua ilha, deixe-me te amar...

              Poeta do Sertão
                 26-09-2015