quinta-feira, 24 de novembro de 2016

"A DISTANCIA"




Perdido por entre as estrelas e a lua
É noite a lua brilha no horizonte 
Entre sonhos e devaneios não sei onde te encontrar
Os sonhos de uma noite sem ao menos lhe tocar

Estamos aqui perdidos tão distantes 
A distancia nos ensina a falar com um olhar
Notas silenciosas nos ouvem, nos faz sonhar
É sua distante presença me querendo amar

Quero encontrar-te tocar seu rosto ama-la ao mar
Entendo-me com a distancia do seu corpo a me tocar
Hoje a noite se fez saudosa sentido a falta do luar
Áh distancia faceira que oculta-se nas ondas do seu olhar

A distancia entre o sol e a lua 
Esta no universo destes versos escritos em saudades
E nas pétalas da flor ao luar do bem me quer 
Meu coração bate onde a mais bela onda rainha estiver


                      Poeta do Sertão