quinta-feira, 8 de setembro de 2016

"ESTE SEU ENIGMÁTICO OLHAR"




Este seu enigmático olhar
Das nuvens o sol a brilhar
Quantas noites lhe desejei
Quantas madrugadas de insonia

Por ti, não sei
Este seu enigmático olhar
Minha mente a te ocupar
Pelo brilho de um simples olhar

As noites em claro
Até a lua a me culpar
Por este distancia a nos separar
E o seu enigmático brilho a me encantar

Ah lua que se faz admirar
Tu que brilha em minhas madrugadas
Venha com sua luz
Aos braços do amor realizar...


Poeta do Sertão
08-09-2016