terça-feira, 6 de setembro de 2016

"CAI A TARDE NO SERTÃO"




Cai a tarde no sertão
A noite vem 
Com as estrelas
A negritude iluminar

Cai a tarde no sertão
O sol de dourado
Aos campos vem banhar
Saudades me faz sonhar

A partida do entardecer
Tristonho chega lentamente 
Para a lua despertar
É chegado o momento da lua brilhar

O deslumbrante por do sol
O sertão banhado de ouro esta
Lentamente vem a noite
Com seu prateado luar

Cai a tarde no sertão
Pelos campos 
Chove gotas de sol
De dourado banhando o chão


                Poeta do Sertão
                     05-09-2016