segunda-feira, 25 de julho de 2016

"SOMBRAS DO PASSADO"




Que importa
Se passado distante
Tornar-se sombras em meu viver
Entre as frestas da porta

Se em minha mente reacender
O passado que luto pra esquecer
Nestes momentos de incertezas 
Lutarei para te esquecer 

Daquilo que distante ficou
Esquecer o que se passou
Nada mais sobreviverá 
São folhas mortas em pleno ar

A importância dos sentimentos 
Só lagrimas e lamentos
O presente do passado  se libertou
Lembranças foi o que restou

Que importa
O sol a primavera toda quimera
Todos os beijos e caricias 
Hoje já não nos satisfaz 

Que importa  
Se o amor não existe mais
Para que as sombras persistir 
Deixe-me em frente seguir

Sombras do passado
Que insistem em permanecer
Presente na mete 
De quem só pretende esquecer


               Poeta do Sertão
                    25-07-2016