quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

"O SENTIR DA VIDA"





Sentir a vida
Que existe em mim
A vida que existe em ti
O viver sem medo 

Vamos fazer 
A vida valer a pena
Segredos entre eu e você
Vamos do amor nos valer

Vamos embora 
Sentir a vida 
Viver a natureza
E desfrutar em nós 
De toda beleza

Vamos esquecer 
Os dissabores 
Longe daqui vamos nos amar
Vamos viver vamos cantar

Aqui não seremos felizes
Venha vamos as tristezas esquecer
Este anseio infinito de amor
De ti quero o perfume da pele
Quero sentir seu sabor

Venha faça de mim seu amor
Quero todas as manhãs 
Sobre a relva lhe amar
Quando no horizonte o sol despontar

A primavera novamente ira chegar
Para nosso quarto perfumar

Teu cheiro quero sentir
Seu corpo a me possuir
É por você que eu quero existir...


             Poeta do Sertão
                26-02-2016