sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Matematicamente a saudade!


Matematicamente a saudade!
 
A convivência da saudade abstrata
com que me subtrais e me somas
na ausência do teu corpo,
é diretamente proporcional
á multiplicação do desejo
pela divisão do tempo
que me encontro ausente de ti,
amo-te mais do que te desejo,
desejo-te mais do que me amo,
amando-me somatoriamente em ti….
Porque matematicamente amo-te
Desejando-te em mim…
 
Alberto Cuddel®