quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Segredaria - Cel Bentin
www.editorapatuá.com.br

O que dizer do poeta Cel Bentin?
Digo que o conheci há muito tempo no famoso Bar do Escritor, Comunidade virtual do Orkut, não gosto de dizer "extinto Orkut", mesmo que as vezes acabo escrevendo isso... no Orkut todos que conheci tinham um perfil, uns eram briguentos, outros não aceitavam de forma alguma que seus textos fossem mal falados, e alguns nem ligavam se eram bem aceitos ou não. Era na verdade uma Comunidade intensa, cheia de coisas tristes e engraçadas. Muitos poemas, contos, assuntos jornalísticos e baboseiras também. Eramos todos "Anarquistas"? Talvez. Só sei que o criador do Bar do Escrito, Giovani Iemine acertou na criação.

Houve muitos encontros promovidos pela poetisa Barbara Leite, pois sua intenção era tirar personagens do virtual e apresentá-los ao real. foi no Politeama Sarau Diversos, (eu sempre erro o "Diversos".), que conheci o Cel Bentin pessoalmente. Fiquei surpreso por ver que ele era realmente tudo aquilo que mostrava ser no Orkut. Sempre rindo, contando piadas, improvisando e de maneira ímpar, afastando-se do microfone. Voz de trovão? Não. Decisão própria de quem sabia o que estava fazendo.
Houve muitas oportunidades em que pude encontrar com Cel Bentin, uma delas, talvez a primeira, foi no Politeama, Sarau Diversos, Logo que o vi, acreditei que ele era realmente aquilo que mostrava ser no Orkut. Era alegre, piadista e original.
Uma das vezes em que conversamos bastante foi no lançamento do livro da Barbara, "Caramelos e Almofadas". Em tal noite era lançado também o livro poético da Juliana Bernardo, "Carta Branca". De repente tive uma grande surpresa, Cel Bentin me presenteou com um livro da Juliana Bernardo. Achei aquela atitude muito bonita, presentear um escritor com um livro, e o interessante em tudo isso é que o livro não fora escrito por ele e sim por outra pessoa. Confesso que tal atitude me inflou de atitudes semelhantes, pois passei a fazer o mesmo. Sinto uma satisfação muito grande ao ver nos olhos do escritor quando eu compro um livro seu e logo em seguida dou de presente para outra pessoa, escritora ou não e ainda por cima com duas dedicatórias, uma do autor e outra minha. Tenho como presente também o "Segredaria", que ele se recusou a cobrar.

Cel Bentin é um poeta inédito, impar, coloridamente incolor... quando o vemos se afastar do microfone, logo a primeira vista, parece que não entenderemos nada do que ele dirá no palco, mas... eis que vem a surpresa. Eu mesmo fiquei fascinado quando vi o poeta subindo em mesas, grades de janelas e se aproximando do ouvinte como se fosse devorá-lo até que a "vítima" acaba percebendo quanta poesia havia naquela aproximação.

O poeta está conseguindo alcançar seu mérito graças a sua presença marcante, presença resumida em respeito e carinho com todos os outros artistas promissores e principalmente com aqueles que estão começando agora. Essa virtude merece ser aprendida, principalmente porque quem ensina, não cobra nada.

Outra coisa que admiro muito no poeta é o valor que ele dá para as coisas simples da vida. Quando fui presenteado com o "Segredaria", estávamos em um bar na Estação da Luz, e logo após um breve lanche, partimos para o Parque da Luz, antigo e belo como sempre. Caminhamos por quase todos os lados do Parque. Enquanto caminhávamos ele falava do local como se fosse um guia, na verdade era mesmo, ele só não sabia que eu também brinquei muito por ali na minha juventude, o Parque da Luz fora meu quintal de casa um dia. Muitas lembranças me vieram naquele momento impar em que meu amigo poeta me ofereceu como um segundo presente do dia e ele provavelmente nem percebera o que estava fazendo.
Quando paramos diante de uma enorme pedra, fiquei estático... Procurei naquela pedra, antiga e viscosa, os nomes, meu e dela, riscados nos meus dezessete anos (ela quinze). Fiquei quieto mesmo com o olhar interrogador do poeta.

Enfim, ser amigo de uma pessoa que ensina sem cobrar nada e muito menos percebe que está ensinando, o que duvido muito, para mim, é uma honra enorme.

Segredaria
https://www.facebook.com/c.b.segredaria?fref=ts